2

Gravidez na adolecência

Ontem li um artigo com números que me chamaram a atenção, fui uma mãe adolescente, tive a Julia quando tinha 15 anos, uma menina despreparada que não sabia nada sobre ser mãe, não me arrependo por isso, aprendi junto com ela e cresci muito com isso, tive o apoio da minha família, do pai da minha filha e da família dele, mas infelizmente não é a realidade de muitas meninas que engravidam cedo, muitas não tem nenhum apoio da família, não tem informação e não tem ideia do que fazer... 
Em 1990 cerca 10% das gestações eram de adolescentes com idade entre 12 e 19 anos, em 2000 apenas dez anos depois esse número já tinha quase dobrado cerca de 18% das meninas engravidavam com essa idade número que tem diminuído nos últimos anos, muitas vezes a gravidez na adolescência está ligada a fatores como baixa alto estima, falta de comunicação com a família, abuso de álcool e ou drogas, conflitos familiares, pais ausentes, abuso físico, psicológico e sexual, uma menina de 12 anos não toma a decisão de engravidar, engravida por falta de orientação e informação.
Segundo os especialistas a gravidez na adolescência tem o maior índice de parto prematuro além de baixo peso ao nascer, a adolescente também tem mais incidência de anemia e infecção urinária durante a gestação, elas também tem mais dificuldade em amamentar e por isso o acompanhamento médico e o pré natal são muito importante durante a gestação em especial na adolescência. Hoje os jovens tem mais informações sobre prevenções mas também tem mais informações sobre sexo, por isso hoje muitas escolas já trabalham com a orientação e educação sexual, é importante também que os pais conversem com seus filhos e não vejam o assunto como um tabu, é melhor a orientação vir de casa do que das ruas, amigos ou internet para que ela venha de forma correta, então pais converse com seus filhos, de a eles as orientações que eu não tive para que eles não passem pelas dificuldades que eu passei aos 15 anos. 
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Importante orientarmos nossos filhos, sobre isso.


    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. O mais interessante é que a informação está tão facil e acessível e ainda assim o número continua crescendo. Crianças que se comportam como adultas

    http://www.umamenina.com/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós!!!
Não deixe de comentar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...